A cidade planejada de Bill Gates: tecnologia e inovação

A cidade planejada de Bill Gates: tecnologia e inovação

Belmont é o nome da cidade inteligente do milionário

A cidade planejada de Bill Gates é um grandioso empreendimento, que promete revolucionar o planejamento urbanístico mundial. Cidades planejadas não são exatamente uma novidade. Desde Dubai até Brasília, exemplos no mundo não faltam. Mas o empreendimento de Gates promete ter um diferencial. Será uma cidade inteligente, que contará com tecnologia de ponta nos mais diversos setores.

O mais novo projeto do milionário do Vale do Silício chama-se Belmont. O nome é uma referência ao grupo de investimento chamado Belmont Partners, de propriedade do próprio Bill. A ideia central é que a cidade seja uma comunidade que viva bem por conta da existência de tecnologia revolucionária.

A cidade planejada de Bill Gates: tecnologia e inovação

Belmont será o que os próprios investidores chamam de “smart city”: uma cidade inovadora com estrutura de comunicação e infraestrutura que abrangem tecnologia de ponta, projetada em torno de redes digitais de alta velocidade, centros de dados, novas tecnologias de fabricação e modelos de distribuição, veículos e centros logísticos autônomos.

A cidade planejada de Bill Gates será movida à tecnologia

Em relação ao tamanho, o plano é de que a “smart city” tenha mais ou menos a área de Paris. De acordo com o site Business Insider, a população estimada será de 182 mil pessoas. Belmont terá 80.000 unidades residenciais, 3.800 acres de espaço comercial e de varejo e mais 470 acres reservados para as escolas.

Também existirá uma vasta rede de data centers, capaz de processar grandes volumes de dados em tempo real, para que a vida dos residentes seja a mais eficiente possível. 

A cidade planejada de Bill Gates: tecnologia e inovação

O objetivo do projeto é que a experimentação que ocorrerá em Belmont, tenha o potencial de demonstrar a viabilidade de novos conceitos de cidades inteligentes. Assim, poderá também servir de exemplo para cidades já existentes.

Um dos pontos mais importantes das inovações de Belmont será a ampliação do uso de veículos autônomos. O Arizona é um dos estados americanos com regulações menos rígidas, o que deve favorecer evoluções no setor. Empresas como Ford, General Motors, Intel, Uber e outras já testam diversas inovações veiculares no Estado.

Alguns problemas graves ameaçam Belmont

Porém, como em qualquer outra cidade, nem tudo em Belmont será perfeito. Alguns riscos podem afetar o projeto e trazer dificuldades. O Estado do Arizona encontra-se em uma região extremamente seca e registra altíssimas temperaturas durante o verão.

Para você ter uma ideia, no verão de 2018, a capital Phoenix registrou um de seus diversos recordes de temperatura: 47 graus.  Assim, a escassez de água já é um problema bastante intenso por lá. Ampliar ainda mais a população, instalando uma estrutura complexa como Belmont, poderá agravar ainda mais a situação.

A cidade planejada de Bill Gates: tecnologia e inovação

O calor intenso no Arizona pode derreter até caixas de correio

Embora desafiador, o projeto da cidade planejada de Bill Gates promete ser uma das mais interessantes experiências de urbanismo do mundo. Belmont ainda não tem previsão de início e término da construção.

Mas, enquanto você não pode visitar a nova cidade, conheça um pouco mais sobre o Retrofit, uma técnica que preserva e moderniza construções já existentes, trazendo uma nova perspectiva para as antigas edificações. E,  continue seguindo o blog do Egg43 Studio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *