Vidros de proteção solar: o que são e onde utilizar?

Vidros de proteção solar: o que é e onde utilizar?

Conheça o vidro que reduz o calor e economiza energia

Atualmente, o conforto térmico é um dos requisitos mais primordiais em qualquer tipo de ambiente. Além das várias técnicas de isolamento mais conhecidas, agora temos também os chamados vidros de proteção solar.

E, não estamos falando de vidros com película, como aqueles utilizados em veículos. Os vidros de proteção solar contam com um processo de fabricação específico e são cada vez mais utilizados nos mais diversos projetos, como casas, fachadas de edifícios, etc.

Vidros de proteção solar: o que é e onde utilizar?

Durante o processo de fabricação dos vidros de proteção solar, há adição de óxidos e sais que podem ou não ser metálicos. Estas substâncias  se unem ao material do vidro e não desprendem e nem desbotam através da ação do tempo. Assim, o vidro adquire uma capacidade de refletividade parcial, o que regula a entrada de luz no ambiente.

Absorção, transmissão e reflexão do calor: assim funciona o vidro solar

As três características mais importantes dos vidros de proteção solar são absorção, transmissão e reflexão. Quando a luz solar bate no vidro, o calor é absorvido e a temperatura é distribuída tanto para dentro quanto para fora do ambiente.

Quanto maior a capacidade do vidro em absorver e refletir o calor para fora do cômodo, menor será a temperatura interna. Por isso, o vidro de proteção solar trabalha absorvendo, transmitindo e refletindo o calor, tornando a temperatura interna muito mais agradável.

Vidros de proteção solar: o que é e onde utilizar?

Os vidros de proteção solar contam com uma graduação chamada de Fator Solar (FS). O FS é o resultado da soma  do calor que passa através do vidro mais o que é refletido para fora. Então, se um produto tem o Fator Solar 40, significa que ele é capaz de bloquear 60% do calor que entraria no ambiente.

Temperados ou laminados: estas são as versões do produto

Os fabricantes também oferecem opções de vidros temperados e laminados. Além do conforto térmico, a versão temperada garante maior resistência à quebra e rachaduras. O vidro térmico temperado é em torno de 5 vezes mais resistente do que o vidro comum. Isso é uma vantagem grande, uma vez que o material é exposto à variações de temperatura, ventanias, etc.

Já o vidro solar laminado é considerado um material de segurança. Ele é composto por duas ou mais chapas intercaladas por uma película de alta resistência. Além disso, o vidro laminado também tem a capacidade de isolamento acústico. Inclusive, esse tipo de material é utilizado nas chamadas janelas antirruído.

Vidros de proteção solar: o que é e onde utilizar?

Outro benefício do produto é a redução da incidência de raios UV no interior dos ambientes. Alguns fabricantes prometem até 99% de redução de radiação ultravioleta, especialmente na versão laminada. Isso faz com que móveis, tapetes e pisos estejam mais protegidos contra desgastes além de, é claro, proteger a pele das pessoas dentro do ambiente.

Uma grande vantagem dos vidros de proteção solar é a economia de energia elétrica. Ele funciona como uma barreira do calor interno, o que faz com que a utilização de ar condicionado e ventiladores seja bastante reduzida.

Vidros de proteção solar: o que é e onde utilizar?

A tecnologia dos materiais utilizados nas construções está cada vez melhor e mais eficiente. Então, na hora de construir e reformar, não deixe de considerar opções como os vidros de proteção solar. Além de bonito, é um material que garante conforto, segurança e economia para seu projeto. Não deixe de seguir o blog do Egg43 Studio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *